1º Dívidas prescritas: o que você precisa saber

insta save anonymous instagram ver story anonimo

Finança

1º Dívidas prescritas: o que você precisa saber

consequências da prescrição de dívidas

O que é a prescrição de dívidas?

A prescrição de dívidas é um termo muito utilizado quando se trata do mercado financeiro. Mas você sabe o que isso significa? Basicamente, após cinco anos, uma dívida prescreve, ou seja, ela deixa de constar como negativada na Serasa e não é considerada para o cálculo do seu Score.

A prescrição acontece quando o devedor não realiza o pagamento de uma dívida por um longo período de tempo. Após cinco anos, a dívida não pode mais ser cobrada judicialmente, ou seja, o credor não pode mais entrar com uma ação para exigir o pagamento do débito.

Quais são as consequências da prescrição de dívidas ou Dívidas prescritas?

Ao prescrever, a dívida deixa de constar nos órgãos de proteção ao crédito, como a Serasa. Isso significa que seu nome não fica mais negativado e você não terá mais restrições na hora de fazer compras a prazo, solicitar empréstimos ou financiamentos.

No entanto, é importante ressaltar que a dívida não é extinta na origem. Isso quer dizer que, mesmo após a prescrição, você ainda deve o valor para o credor. A prescrição apenas impede que o credor entre com uma ação judicial para cobrar a dívida.

A prescrição de dívidas é um tema que gera muitas dúvidas e preocupações para os consumidores. Quando uma dívida prescreve, significa que ela não pode mais ser cobrada judicialmente, ou seja, o credor perde o direito de exigir o pagamento. No entanto, é importante ressaltar que a prescrição não extingue a dívida, apenas impede que ela seja cobrada.

Uma das principais consequências da prescrição de dívidas é o alívio financeiro para o devedor. Com a prescrição, a pessoa fica livre da obrigação de pagar a dívida, o que pode representar um grande alívio para o seu orçamento. Além disso, a prescrição impede que o devedor tenha o seu nome negativado nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

No entanto, é importante destacar que a prescrição de dívidas também pode ter consequências negativas para o devedor. Uma das principais é a dificuldade em obter crédito no futuro. Quando uma dívida prescreve, isso fica registrado nos órgãos de proteção ao crédito, o que pode dificultar a obtenção de empréstimos, financiamentos e até mesmo a contratação de serviços básicos, como telefonia e internet.

dívidas prescritas

Outra consequência negativa da prescrição de dívidas é a possibilidade de a dívida ser vendida para empresas de cobrança. Mesmo que a dívida esteja prescrita, algumas empresas de cobrança podem tentar reaver o valor de alguma forma, seja por meio de ameaças ou pressão psicológica. Por isso, é importante estar atento e conhecer seus direitos.

Como saber se uma dívida já prescreveu?

Para descobrir se uma dívida já prescreveu, é necessário verificar a data em que ocorreu o vencimento da dívida e contar cinco anos a partir dessa data. Caso já tenha passado esse prazo, a dívida pode ser considerada prescrita.

No entanto, é importante ficar atento a alguns detalhes. Se você realizar qualquer tipo de pagamento ou reconhecimento da dívida, mesmo depois do prazo de prescrição, o prazo de cinco anos recomeça a contar.

O que é a prescrição de dívidas?

Quando temos uma dívida, seja ela com um banco, uma empresa ou uma pessoa física, é importante entender que essa dívida possui um prazo para ser cobrada legalmente. Esse prazo é chamado de prescrição.

A prescrição é um direito que o devedor possui de não ser cobrado judicialmente após um determinado período de tempo. Isso significa que, se a dívida já prescreveu, o credor não poderá mais entrar com uma ação judicial para cobrá-la.

Como descobrir se uma dívida já prescreveu?

Para descobrir se uma dívida já prescreveu, é necessário verificar a data em que ocorreu o vencimento da dívida e contar cinco anos a partir dessa data.

Por exemplo, se a dívida venceu em 01/01/2010, a prescrição ocorrerá em 01/01/2015. Após essa data, o devedor não poderá mais ser cobrado judicialmente.

É importante ressaltar que o prazo de prescrição pode variar de acordo com o tipo de dívida e a legislação vigente. Por isso, é fundamental consultar um advogado especializado para ter certeza dos prazos aplicáveis ao seu caso.

O que acontece se a dívida já prescreveu?

Se a dívida já prescreveu, o credor não poderá mais cobrá-la judicialmente. Isso significa que ele não poderá entrar com uma ação na justiça para exigir o pagamento da dívida.

No entanto, é importante destacar que a prescrição não extingue a dívida. Ou seja, mesmo que a dívida esteja prescrita, o devedor ainda é moralmente obrigado a pagá-la. A diferença é que o credor não poderá utilizar meios legais para cobrá-la.

Como evitar que uma dívida prescreva?

Para evitar que uma dívida prescreva, é fundamental ficar atento aos prazos de vencimento e realizar o pagamento dentro do prazo estipulado. Além disso, é importante manter um controle financeiro eficiente para não perder de vista o vencimento das dívidas.

Caso você esteja com dificuldades para pagar uma dívida, é recomendado entrar em contato com o credor e negociar uma forma de pagamento que seja viável para ambas as partes. Assim, você evita que a dívida se acumule e se torne uma dor de cabeça maior no futuro.

Conclusão

A prescrição de dívidas é um direito do devedor que impede que o credor cobre judicialmente uma dívida após determinado período de tempo. Para descobrir se uma dívida já prescreveu, basta verificar a data de vencimento e contar cinco anos a partir dessa data. É importante ficar atento aos prazos e, caso esteja com dificuldades para pagar uma dívida, negociar com o credor para evitar problemas futuros.

Todos Diretos Canal Oficial
7/7 - (1 vote)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo